sábado, 3 de julho de 2010

Circle Takes the Square

Sei lá, às vezes me pergunto por que perco tempo com certas coisas, são inúteis, não me proporcionam nada de prazeroso, é apenas um looping cansativo de algo que já deu o que tinha que dar, não adianta, não fui feito pra isso, posso mudar minha face ou vestimenta da maneira que eu quiser, mas nada disso vai me trazer prazer, é burrice insistir e até agora tenho sido mais burro que o Dunga...

As mesmas situações, o mesmo tipo de pessoa, a mesma futilidade,o mesmo desfecho, tudo isso cansa, desgasta, faz perder tempo e não agrega nada, só destrói. Tá na hora de fechar as atividades, ausentar-me, cuidar de coisas mais importantes e torná-las prioridade, chega de tentar um encaixe num universo que não me contém...

Meu mundo sou eu, me perdoe quem gosta da minha presença, mas eu mesmo já não a aturo mais e quando chega nesse ponto só resta o exílio, já fiz o que tinha que fazer, me diverti muito, passei por momentos memoráveis com certeza, no entanto, é preciso saber a hora de mudar as velas na direção de uma nova rota.

Não vou mais encarar a roda gigante, foda-se, vou embora pra casa jogar street fighter,estudar e ver bobagem na internet, já que o parque me deu no saco, só volto lá quando tiver um motivo decente para tal...

Beijos, não me liguem porque não atenderei...

2 comentários:

Symphony of Iluvatar disse...

Trabalhar em si mesmo é sempre bom.
Eventualmente a gente precisa tirar um tempo pra fazer isso, cedo ou tarde.

Ou então fica pra trás.

Pelo que você escreveu, tem material ao redor pra interpretar isso.

Eu tenho outras questões a resolver, mas em suma estou fazendo isso. Se tiver alguma coisa na qual possa te ajudar ou quiser alguma fonte de inspiração, só falar que eu arranjo.

Lord of Metsu disse...

Opa, valeu cara, vamos trocar umas ideias esse fim de semana, vai estar de férias tambem, né?