segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Eu sei

Eu sei de um plano. E eu também sei de um plano. Mas não é nada engraçado, eu sei do seu plano, pra todos nós.
Porque você sempre soube que isso ia acontecer. Você viu cada milímetro do nosso futuro sentada em sua cadeira nervosa, brincando de Deus. Brincando de Diabo.
Porque você escreve torto por linhas certas, e talvez por isso, mas só por isso, se ache uma jogadora melhor que eu.
Você ama a canção, mas não o cantor. Provavelmente sorria enquanto eu escolhi me atirar no abismo e cortar a corda que me segurava. Eu sempre soube que o preccipício não tinha fundo, que eu estaria sempre imerso pela sua vaidade, e justamente por isso essa aventura soava tão atraente pra mim. Mas você nunca entendeu isso. Perdão, você nunca vai tentar ou querer tentar ver isso, porque pra você basta o prazer de assistir as coisas morrerem de uma distância segura. Seremos sempre ligados um ao outro, mas não por um lindo cordão, e sim pela falta de coesão, pela superposição estroboscópica chamada caos. E aí sim, minha cara, é que eu te mostro o novo dono do jogo. Quando tudo for, e ja é, do jeito que eu sempre quis.
Você sabia que tudo, ou que quase tudo isso iria acontecer, eu também sabia. Uma pena você ter escolhido as peças erradas. Olhe ao seu redor, todas elas estão felizes agora.
Eu tenho muita pena de você; da sua infelicidade e frustração, e sei que é intrínseco ao seu ser essa alma miserável que só vai te atrair mais desgosto pela vida.
Você quer a canção sem o cantor.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

I-Doser funciona?

O cérebro possui 2 hemisférios. Cada lado é estimulado por 1 olho e 1 ouvido.

Na soma dos 2, criamos um "efeito 3D" (ondas cerebrais resultantes que "equilibram" as diferenças dos dois lados).

Sabemos também que as emoções variam conforme os pulsos do cérebro. I Doser, Neural Beats, entre outros, são projetos para explorar as ondas do cérebro nesse sentido.

Cria-se um "protocolo" que é um conjunto de ondas capazes de fazer o cérebro "responder" a um ambiente virtual desejado(por exemplo o de uma droga).

Este ambiente novo é gerado porque, em cada ouvido, mandamos pulsos de diferentes frequências. O cérebro compara as frequências e cria, internamente uma frequencia resultante.

Cada pessoa possui uma faixa crítica de ressonância. Dependendo de fatores genéticos e do uso de substâncias químicas(alimentos e outros), o cérebro interage melhor ou pior. Além disso, é desaconselhável usar esta tecnologia para pessoas com epilepsia, ou que consumam alguns tipos de drogas fortes(pois pode danificar o cérebro).

Se I Doser funciona? Pode funcionar. A questão depende de quanto e como você usa.

Em 5 minutos o cérebro "reconhece" um padrão. Em 30 minutos "a viagem começa".

As frequencias "anti naturais" podem danificar seu cérebro... I Doser possui pulsos rápidos que(a princípio) geram insônia e tensão. A médio e longo prazo, com frequente uso, podem ocorrer mudanças neurológicas anti naturais.

De todo modo, é melhor usar I Doser do que se arriscar com drogas "reais". A experiência vale.

Existem faixas de frequência benéficas e outras mais perigosas. Simula-se um efeito de drogas, criando um "efeito alucinogênico".

A tecnologia bineural existe há menos de 15 anos como ciência reconhecida. Existem mais de 70 mil estudos concluidos, mas a coisa é recente. Mais de 30 milhões depessoas a usam para fins terapêuticos nos EUA. I Doser não possui fim terapeutico, no entanto.


Dica: se o I-Doser não funcionou com você, teste 3 doses de vodka antes. Assim que fizer efeito, dê o play.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Eu não

Eu não gosto de você
Eu não pareço com você
Eu não falo como você
Eu não rio como você
Eu não gosto das coisas que você gosta
Eu não bebo como você
Eu não sou dedicado como você
Eu não sou simpático como você
Eu não sou feliz como você
Eu ainda não entendi por que preciso de você

Mas preciso.