segunda-feira, 30 de junho de 2008

Mens Sana

Mente sadia é mente útil, mente trabalhando, mente que possui conteúdo.
Consequência, força de vontade, e...

Só para avisar, a Supervisão de Qualidade será continuada numa hora oportuna.

Conhecimento vem de tudo, de tudo que se consiga aprender algo, se ter um pouco de experiência talvez, e durmir. Sim durmir converte aprendizado em conhecimento, passa da memória ram pro HD(o cortex) saca?
Foda-se o cérebro, como faz moço?

Ora, muita pretensão da minha parte ensinar a alguém como adquirir conhecimento, óbvio. O real intuito desse post é ajudar a quem não sabe usar a internet direito pra procurar coisas. Pricipalmente as relacionadas a conhecimento. Pra quê eu tô fazendo isso? Sei lá, tava afim. Fora o fato de que eu sempre(quando estou procurando algo, relacionadamente) acho sites que põem coisas para baixar, comentam aquilo, mostram programas de compartilhamento, dissecam suas propriedades de conexão, mas... Ninguém fala de como achar o que você quer(que no final das contas é o que importa). Vamos lá então, começando pelo mais óbvio:

É verdade que há o Google, mas é uma ferramenta muito ampla para certos tipos de pesquisa, as vezes vc quer um simples curso de photoshop em PDF e acha vários resultados irrelevantes, ou mostrando coisas simples e esparsas, ou até anúncio de venda de livros ou cursos de verdade, tipo SOS computadores. Além disso, pouca gente sabe usar as opções de busca dele. Se você quer procurar livros, use o 4shared.com, Livros em PDF. Se quer arquivos grandes, e relativamente conhecidos, use torrent. Se não achou em nenhum dos 2, use Emule. Etc...

Ora não há melhor maneira de aprender alguma coisa... Não, não quis dizer de livros, quis dizer de começar tentando. O mais óbvio, é claro, quando não se tem grana, é tentar catar um curso de graça. Pode ser uma difícil tarefa. Então vou dar diversos exemplos e explicar como eu faria pra procurar. E também, coisas interessantes de se procurar no quesito aprender, e como fazê-lo.

Línguas
Um curso de alguma língua é sempre algo interessante, desde realização própria(um cara que gosta de animes aprender japonês) a preenchimento de currículos(auto-explicativo). Recomendo a seguinte tentativa:
  1. Ensino totalmente teórico: Procure no Google por venda de livros da língua relacionada, e ache o nome do livro/gramática desejado. Digite o nome dele no 4shared, ou se for meio raro, tente o eMule também.
  2. Ensino rápido e mais aplicado: Procure no Google por um curso conhecido, que venda aulas de ÁUDIO na internet. Depois procure em torrent e baixe a 'discografia' do curso. Torrents são ótimos para compartilhar coletâneas de uma vez. Um exemplo desse uso é o curso "Pimsleur Approach". Procure no google por ele, e repare no precinho(tem diversas línguas). Depois vá no www.torrentz.com e delicie-se com a putaria que é o compartilhamento digital: Todos os cursos de graça, e podem ser baixados de uma só vez(desde alemão, francês até mandarim, vietnamita e hebraico)

Músicas
Na minha opinião é ótimo conhecer novas músicas, e minha namorada é o exemplo de pessoa que só estuda ouvindo música. Então nada mais plausível dedicar uma seção aqui.
Baixar música é simples. Você conheceu o artista e quer ouvir umas músicas pra saber como é ele, e depois se gostar pode baixar tudo o que encontrar dele. Pois bem: Vá no youtube se tiver uma conexão que preste, ou use algum cliente da rede fasttrack ou semelhante. Como Kazaa, Limewire, ou Ares.
Depois que você baixou algumas músicas e viu que o cara era bom e merecia ter um disco dele ouvido por seus belos ouvidos, pirata de internet, agora é hora de ir no www.torrentz.com ou semelhante e procurar álbuns dele completos, ou até a discografia toda. Se ele não for muito conhecido, tente o eMule. Por fim, se não achar nada dele, não perca as esperanças, digite "rapidshare xxx yyy" no google, onde xxx yyy é o nome do artista seguido do álbum. Ou então procure a comunidade do artista no Orkut, e veja se tem algum tópico como álbum no rapidshare, megaupload, por aí. Mas é difícil isso ser necessário, visto que eu baixei no emule o cd do Spin XXI, que é a banda do maluco que gravou uma demo minha num estúdio meio tosco numa casinha aqui de Icaraí. Puta merda.
Ah sim, não poderia deixar de dizer aqui uma coisa muito importante, talvez mais importante até do que saber como baixar, é saber como catar artistas novos. Tem 3 maneiras legais de se fazer isso.
  1. Orkut: SIM! Se você gosta, por exemplo, de metal progressivo, que nem eu, pode ir numa comunidade de metal progressivo e procurar um tópico a respeito de Lista de Bandas. Se não achar nenhum, saia fuçando profiles de membros, e existe uma grande chance de você encontrar uma lista de bandas relacionadas no "música" do profile do sujeito. E assim, você pode até achar comunidades de bandas indepentendes e iniciantes, dos mesmos caras, por exemplo. Na comunidade dessas bandas sempre é divulgado um materialzinho, Myspace, etc... Daí você amplia sua biblioteca de álbuns metal prog.
  2. Last.fm, Pandora, Liveplasma e similares.
  3. Procure no google sites que relacionam bandas conhecidas(por exemplo digitando "similar bands") ou sites/blogs a respeito de "nova banda de metal progressivo", por exemplo. Fóruns costumam ser muito bons também(http://www.globalrock.net/ por exemplo). Ou então digite no Google 2 nomes de bandas seguidos, tipo "kamelot dragonforce".

Livros Didáticos
Dado que muita gente no mundo todo usa emule, é plausível que boa parte dos livros lá encontrados sejam em outras línguas, mas pode-se achar muitas coisas interessantes lá, em português também. Mas no 4shared, é bem mais fácil achar livros em português. A razão mais óbvia pra isso é que os users escolhem o 4shared para compartilhar seus livros de baixo número de downloads, pois o eMule e qualquer compartilhador dependem de alguém estar online e disponibilizando o tal livro para você baixar, isso sem contar com a velocidade que o sujeito disponibiliza. O 4shared não varia a velocidade, ele é estável, sempre vai estar lá.
Adcionando, o tal 4shared não é tosco como muito site de hospedeiro de arquivos como tem por aí. Ele tem a opção de criar uma conta e uma pasta pessoal, onde você pode compartilhar suas coisas com quem quiser. Isso facilita muito as coisas pra quem é fuçador e curioso, pois se você acha um livro interessante, pode dar uma olhada na pasta do maluco que shareou o livro, e achar uns relacionados maneiros.
Olha uns exemplos aí:
  • Livrinhos de magia: http://www.4shared.com/dir/6242625/2b5d3a46/Witchy_Ebooks.html
  • Mema merda de cima: http://www.4shared.com/dir/2328903/24ba58be/sharing.html
  • Coisas de trabalho e dívidas: http://www.4shared.com/dir/2782644/6b72f5f7/TrabalhoDividase_auto_ajuda.html
  • Farofa: http://www.4shared.com/dir/3206844/28449e6c/ebooks.html
  • Engenharia: http://www.4shared.com/dir/3587869/f10a9c4f/sharing.html
  • Anarcocriminalidade: http://www.4shared.com/dir/5507036/41715ad8/sharing.html
  • Sobrevivência: http://www.4shared.com/dir/6566168/dc6861f5/Survival.html
  • Ime, Ita, concursos: http://www.4shared.com/dir/7582890/ccdfec05/sharing.html
  • Música(aprender) etc. http://www.4shared.com/dir/1283735/8b6fd5da/sharing.html
Chega, né. Mas tem é coisa pra se baixar. Recomendo, por fim, algumas coisas.
  1. Não seja mané e baixe pelo mais rápido. Com um pouco de fluência você vai saber qual, mas considere quantidade de partes para baixar, disponibilidade e tamanho. Procure saber quais as limitações do emule, dos clientes de torrent(eu uso o utorrent, btw). Mais de 100mb não entra no 4shared.
  2. Seja curioso e paciente. Vai fuxicando tudo que é coisa, às vezes você acha onde menos espera.
  3. O Wikipeida( http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1gina_principal) também é uma boa fonte de pesquisa, mas não é nada tão excelente, dependendo do assunto. Ele costuma ser, apesar disso, uma ótima introdução a assuntos mais complexos, pois geralmente a cara dos artigos de lá é amigável a noobs. Artigos de história costumam ser muito bons(pelo menos pra mim, que adora resumo dessas coisas, pode ser um porre perder tempo lendo livros grossos de história com citações fantasticamente inúteis).
  4. Sei que é muito difícil para alguns ler no computador, mas tem algumas opções. Estudos mostram que monitores de lcd causam danos menores à vista que os de tubo, por causa da luminosidade e do contraste, umas porras assim. Enfim na pior das hipóteses, compre uma impressora daquelas que tem a cabeça no cartucho, daí você pode recarregar barato e praticamente infinitas vezes. Ou então compra uma laser logo mesmo. Tem nego vendendo recarregador de toner por aí bem barato(sim, você recarrega seu toner) e imprime logo o que quiser...
  5. Ah sim, claro... Pratique. Não, PRATIQUE PORRA. Não adianta nada ler livros ensinando música, ensinando a seduzir garotinhas, fundamentos da física, russo intermediário ou tutoriais de como baixar coisas escrotas na internet sem pôr a mão na massa. Também nem tem porque não fazer, deixa de preguiça. São coisas que não custa nada tentar. Bem, tenho que explicar claro, russo intermediário tu só pratica usando Skype ou algo assim, não com sua vó na cozinha fazendo feijão. A não ser que ela seja russa.
  6. Se você se viciar em ficar baixando coisas mas perder tanto tempo que não consegue ler porra nenhuma, bem, chegou no meu nível há um tempo atrás. É hora de separar o que é útil do que não é, bem, pelo menos, digamos, separar o que você realmente deseja aprender do que não deseja. Liste tudo em ordem... depois faça de conta que agora você é viciado em ler, e saia na mão. Não tem muito o que falar, o resto é força de vontade.

2 comentários:

Lo Scienziato. disse...

Sei que muita gente vai olhar isso aqui achando que vc postou só pra aparecer como o fodão.
Mas vou dizer que achei mto legal sua iniciativa. Sempre quis fazer isso, mas nunca tive coragem.
Cabeça vazia é oficina do diabo!

Symphony of Iluvatar disse...

Concordo plenamente, e obrigado pela compreensão irmão!
=D